1 de março de 2008

Das considerações iniciais


Foto de Vinc Vicenty


É urgente o amor.
É urgente um barco no mar.
É urgente destruir certas palavras,
ódio, solidão e crueldade,
alguns lamentos, muitas espadas.
É urgente inventar alegria,
multiplicar os beijos, as searas,
é urgente descobrir rosas e rios
e manhãs claras.
Cai o silêncio nos ombros e a luz
impura, até doer.
É urgente o amor,
é urgente permanecer.

Eugénio de Andrade



6 comentários:

montedenada disse...

o legal é não ter pretensão nenhuma mesmo, usar como distração e divertimento. fico feliz que tenha voltado. adoro vc :)

Jéssica Cavalcante disse...

Amiga ainda bem que vc voltou
o blogger sem ~vc não é o mesmo...
E pra variar adorei seu texto

Sam disse...

Estava a me perguntar como alguém que carrega Todos os Sentimentos do Mundo suportaria guardá-los só para si?Chegaria num determinado momento que o coração explodiria não é mesmo???
Obrigado por voltar e compartilha-los conosco.

Um grande beijo pra ti!!!

Lorena disse...

huhuhuhu
amei q tenha voltado...
q todo sentimento do mundo seja dividido entre os corações daqueles q aki frequentam, pq todos carregamos esse fardo junto contigo!

'Essa saudade eu sei de cor'

bjão

Vanessa disse...

ainda bem que voltaste.

e sim, é amor é uma necessidade maior.

:)

beijinho*

Hilário Ferreira disse...

Acho que um "S" não destruiria tudo, mas às vezes muda muita coisa...


Abraço(s)
Beijo(s)


E não ter pretensões já é uma pretensão...