22 de dezembro de 2007

Joeux Noël





E mais uma vez ele vem. Nunca escondi de ninguém meu absoluto horror por essa data. Esse vermelho espalhado por todos os lados me deixa profundamente deprimida. Mas não só isso. A hipocrisa que vem juntamente com os festejos é o que mais me aflinge. Por que esperamos até o Natal para presentear, para mandar um cartãozinho, para dizer que se ama, para orar, para reunir a família? Por que? Isso eu não entendo. Nada contra festejar o nascimento de Cristo. Acho que estou confusa. Fico procurando explicações para o meu estado de espírito e simplesmente não encontro. Mas é o Natal, eu sei. No Natal todo mundo se ama. Esquecem-se as mágoas, perdoa-se. Mas só dura uma noite, é incrível. E a minha hostilidade contra essa data é principalmente por causa disso. Porque as pessoas verdadeiras que conheço estão se reduzindo ao, levando-me ao desespero completo. Mas no Natal, todos são. Paciência para entender as pessoas. E esse Natal vai ser pior. A segunda coisa que eu nunca escondi de ninguém é de que eu adoro algumas mentiras sinceras. Ver a família reunida para a ceia era uma dolorosa alegria. Por um momento, por mais efêmero que fosse, todos éramos felizes. Eu me assustava, mas aceitava com resignação. Porém esse ano é diferente. Nem família, nem nada. Só lágrimas que não cessam, misturadas com uma angústia enorme sobre o futuro. Que venha o Ano Novo então. Vamos celebrar o horror de tudo isso, como diza Renato. E a estupidez de quem escreve esse Blog.


Foto de Alberto Viana d'Almeida

Um comentário:

Lorena disse...

Linne...
eu te desejo feliz natal mesmo assim...
Por mais q vc não goste da data e da hipocrisia nela contida, é bom se acostumar...
pq o mundo é assim, 'all time'!
Vivemos de aparencias, sorrimos pra quem não gostamos a fim de se manter um convivio no minimo civilizado!
No natal as coisas ficam mais nítidas...
mas não se engane... é o ano todo assim!
O q nos resta é entrar na dança, sorrirmos enqnto a vontade é esfaquear... dar beijinhus, abraços, desejar paz e sabedoria!

e os sabios vão desejar a si mesmo, pois têm consciencia de q são raros os q desejam boas festas de verdade!

beijão Linne!

q não só seu natal seja repleto de alegria mas tua vida inteira!

'Não solta da minha mão'

beijux