17 de agosto de 2010

Tenho uma dor de concha extraviada.

Uma dor de pedaços que não voltam.


Manoel de Barros

6 comentários:

Rebeca Xavier disse...

ele consegue ser um algodão solto na praia ne?

Fernanda Deunizio disse...

Um tempo que não passava por aqui.
Indiquei um selinho pra ti.

Beijo. Sempre por aqui, F

Luis disse...

voltam.


muitas vezes, nós é que já não estamos lá.

Lora disse...

uma dor de pedaços...

Kamylla disse...

Ameiiiiiiiiiii seu blog...
Tão pessoal como gosto...
Já estou a te seguir...
Me identifiquei muito com o que descreveu no seu perfil...
ah tbm tenho meu cantinho
http://cronicasdeanjos.blogspot.com/
adoraria te ver por lá...
bjs*

Thais S. disse...

Adorei o blog!

bjs
www.relicario-fashion.blogspot.com