8 de janeiro de 2010

Não te quero senão porque te quero

 photo katia3.jpg
Katia Chausheva

Não te quero senão porque te quero,
e de querer-te a não te querer chego,
e de esperar-te quando não te espero,
passa o meu coração do frio ao fogo.
Quero-te só porque a ti te quero,
Odeio-te sem fim e odiando te rogo,
e a medida do meu amor viajante,
é não te ver e amar-te,
como um cego.

Tal vez consumirá a luz de Janeiro,
seu raio cruel meu coração inteiro,
roubando-me a chave do sossego,
nesta história só eu me morro,
e morrerei de amor porque te quero,
porque te quero amor,
a sangue e fogo.

Pablo Neruda

Eu te amo. E isso me basta no momento.

5 comentários:

Lora disse...

*.*

'E eu te amo e isso me basta'

tão lindo!
Neruda? eu devia conhecer? Oo

bjãao prima

Lana disse...

gosto deste blog =) vou começar a vir cá.

Jude disse...

Tenho isso anotado na minha agenda. Foi você que me mostrou.


Impossível ler e não me lembrar de ti.

La Isla disse...

Adoro Neruda...

BFF disse...

Adoro o teu blog! Está mesmp bem feito...

Comenta o meu: www.bestfriendshipofever.blogspot.pt