16 de abril de 2008

Monte de Nada *

I

Acho que fui uma senhora feudal muito má em vidas passadas e estou sofrendo um karma negativo, outro dia tive um sonho que foi uma espécie de reminiscência da minha vida anterior, eu estava na janela do meu casarão e falava para os meus servos: “Vamo lá galera, todo mundo amassando batata” e todos pisavam em cima das batatas quase em ritmo de marcha militar enquanto eu ria na janela. Isso explica muita coisa que acontece hoje, esse sentimento de estar sendo “fudida” por todos os lados; de nada dar certo.

II

Tem cinco chaves no meu chaveiro: uma do carteiro; uma do portão de vidro; uma do portão de ferro; uma da cozinha e a outra da sala, por onde costumo entrar. A chave da sala e da cozinha são idênticas, mas sempre tento abrir a porta da sala com a chave da cozinha. Já pensei em marcar a chave certa, mas não é do meu interesse acabar com a única coisa que esta dando certo, ou seja, a teoria de que tudo dá errado.

III

Pensar negativo tem lá suas vantagens a partir do momento que suas expectativas negativas se cumprem e tudo começa a dar certo, tudo vai acontecendo conforme o planejado. Você acha que esta no controle e acaba ficando feliz com isso. Né?


Daqui*



Porque muitas vezes, alguém me lê.
E me vê.


3 comentários:

Lorena disse...

já disse, não gosto dessa tristeza,
apesar de saber q essa é vc e q aquele sorriso lindo é apenas um disfarce pra uma dor dilacerante!

ainda prefiro o disfarce!

saudade monstra de tu!

quero mais dakeles abraços apertados!

amo vc!

ludymylla disse...

marroia rsrs

Jéssica Cavalcante disse...

Eu concordo que pensar negativo tem seu lado bom,mas só pensar negativo neh amiga,vamos combinar que não dá....

olha seu lema:

"tudo certo já"