5 de abril de 2008

{ Da espera angustiante }



A espera angustiante que os minutos passem menos lentamente. A carta que não chega. O telefone que não toca. O sol que não nasce. O livro que não tem fim. O avesso dos ponteiros. Espero tradução para o que sinto, ou melhor, ansiosamente espero que alguém me leia e compreenda isso que {de tão forte e inflamável} não consigo compreender. De fato, eu sou péssima em verbalizações. E o silêncio {para aqueles que não podem ver meus olhos suplicantes}, talvez me bastasse hoje, SE. Malditos todos os SE do mundo. Será que ninguém consegue ver que são eles a causa de tantos tormentos sem fim?





Eu me extrapolo melhor pelo silêncio.

Clarice Lispector


8 comentários:

Ludymylla disse...

PQP que lindo isso ai. :~

Vanessa disse...

terei de voltar com calma a este post... agora não consigo comentar. partilho o teu silêncio.

beijinho grandeeeee*

Vanessa disse...

venho aqui tantas vezes ouvir este hallelujah... e, já se sabe, com o jeff em pano de fundo, o silêncio fica sempre tão bem, né? um beijinho*

lucena disse...

oi

Sam disse...

Além do Se há também o Quase... e é aí que eu me perco.

Bjosss!!!!!!!!!!

(O peito já estava a doer de saudade)

Bento Abreu disse...

Excelentes textos e excelente escolha musical :D

Não sei se conheces, mas aqui fica um poema que não me sai da cabeça:
Ser poeta é ser mais alto, é ser maior
Do que os homens! Morder como quem beija!
É ser mendigo e dar como quem seja
Rei do Reino de Áquem e de Além Dor!

É ter de mil desejos o esplendor
E não saber sequer que se deseja!
É ter cá dentro um astro que flameja,
É ter garras e asas de condor!

É ter fome, é ter sede de Infinito!
Por elmo, as manhas de oiro e de cetim...
É condensar o mundo num só grito!

E é amar-te, assim, perdidamente...
É seres alma, e sangue, e vida em mim
E dize-lo cantando a toda a gente!

dadecada disse...

deu vontade de ouvir o disco de jeff, faz tempo que não fico 'óh óh' sem motivo algum. mas ai tem esse motivo do post né? então vou ficar 'óh óh' lembrando desse post.

e aí, tudo belezinha?

L. M. disse...

Lindo o seu blog!
Lindas as suas palavras.
Mais um lugar onde posso ler coisas humanas e, quem sabe, dividir Clarice.